Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Por Faro)

 

À entrada da cidade de Faro 

Faro1a.png

A deslocação "apressada" ao Posto de Turismo de Faro,

para a obtenção do carimbo da Rota EN2 alusivo ao Km 739

Faro5.png

Nas proximidades do "imaginário" Km 739 e 260 metros

(entre Chaves e Faro) pela mítica EN2

Roteiro de 6 dias pela Estrada Nacional 2 – O Mundo em Duas Mochilas

na Doca de Faro

Faro6.png

Depois foi ir ao encontro do "término oficial" da Rota EN2

ao Km 738 e 500 metros.

Faro7.png

E posteriormente foi o fazer do percurso "a pé" ...

(devido ao imenso trânsito automóvel)

até à Rotunda simbólica do Km 738 da EN2

Faro9.png

e por fim a deslocação ao Templo 2 Faro 

para carimbar o Passaporte N2

Faro.Passaporte.png

para adquirir os imans alusivos ao inicio e ao fim da Rota EN2

Faro.Imans.png

e para o "registo fotográfico" final da Rota EN2.

Faro8.png

 

--- ::::: ---

 

Os meus "Olhares Fotográficos" de Faro ...

Faro.A2.png

Faro.A3.png

Faro.A4.png

Faro.A5.png

Faro.A6.png

Faro.A7.png

Faro.A8.png

Faro.A9.png

Faro.A10.png

Faro.A11.png

Faro.A12.png

Faro.A13.png

Faro.A14.png

Faro.A16.png

Faro.A1.png

Faro.A15.png

Faro.A17.png

 

 

 

 

N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Acabei de "carimbar" o Passaporte N2)

 

No Verão passado, iniciei a carimbar o Passaporte N2, em Chaves.

Mas, por razões várias, não foi possivel "iniciar & terminar" de uma vez só, a tarefa de "carimbar o Passaporte N2". E na verdade (...)

E enquanto não terminei de carimbar o Passaporte N2 (ou seja, a melhor "prova viva" de testemunhar do perfazer da Mítica Estrada Nacional 2 de Lés-a-Lés), a "ansiedade" e o "nervoso miudinho" começou a desassosegar-me. E foi assim, que percebi, a imensa "força escondida" do Passaporte N2. Não me restando outra alternativa (...)

Que não fosse, o de agendar uma viagem entre Montemor-o-Novo e Faro (pela Mítica Estrada Nacional 2), com o "exclusivo" e "firme" propósito de carimbar as ultimas dez páginas do "meu" Passaporte N2.

E a viagem - pela Rota EN2 - entre Montemor-o-Novo e Faro aconteceu entre 16 e 18 de Novembro de 2021, com o resultado final seguinte (...)

Montemor+Viana.png

Torrao+Ferreira.png

Aljustrel+CastroVerde.png

Almodovar+Loule.png

SaoBras+Faro.png

 

Pronto !!! ...

EuFiz.png

     EU FIZ ... A "MÍTICA" ESTRADA NACIONAL 2     

Com e sem o Passaporte N2.

N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Por Abrantes)

 

sample

No âmbito da Rota da Estrada Nacional 2, Abrantes é a cidade mais central de Portugal.

http://cm-abrantes.pt/index.php/pt/2014-12-09-17-52-11/rota-en2

 

Abrantes foi um dos muitos concelhos (da Rota da EN2) que aderiu às comemorações dos 75 anos da Estrada Nacional 2, tendo instalado três marcos amarelos alusivos aquela efeméride.

Em Alferrarede 

(junto ao pólo da Junta Freguesia)

en2.marcoAlferrarede.png

Em Rossio ao Sul do Tejo Rossio 

(à saída/entrada da ponte) 

en2.marcoRossio.png

E em Bemposta.

en2.marcoBemposta.png

https://www.mediotejo.net/abrantes-tres-marcos-comemorativos-dos-75-anos-da-en2-no-concelho/

 

Passaporte N2 (...)

en2,PassaporteN2.png

Em Abrantes, poderá ser adquirido em Welcome Center, Biblioteca Municipal António Botto, Parque Tejo, Museu Metalurgica Duarte Ferreira, e Serviço de Atendimento da Câmara Municipal de Abrantes.

--- :::::::::: ---

E o Passaporte N2 pode ser carimbado "oficialmente" no Serviço de Atendimento da Câmara Municipal de Abrantes, e ainda nos "aderentes" à Rota EN2 seguintes:

Ao KM 380, no Café Bernardino (em São Domingos)

Ao KM 395, no Café “D’Gustar”
Ao KM 395, no Welcome Center
 
Ao KM 400, no Posto GALP (Alferrarede)
Ao KM 400, no Café Cervejaria Três Coroas (Alferrarede)
 
Ao KM 402, no Café Snack-bar “Combinado”
Ao KM 402, no Restaurante “Val, Casa de Comeres”
 
Ao KM 403, no Restaurante “Bom Garfo“
 
Ao KM 404, no ScadaBar
Ao KM 404, no Alcaide
Ao KM 404, no Aquapolis
 
Ao KM 405, na Pastelaria Tágide Gourmet (Rossio ao Sul do Tejo)
Ao KM 405, na Farmácia Santos (Rossio ao Sul do Tejo)
 
Ao KM 417, no Café Arlindo (Bemposta)
 
 
Ao KM 404, o Passaporte N2 "ainda" pode ser carimbado no DONA AMÉLIA. 

 

ABT.DonaAmelia1.png

Aonde há ainda a possibilidade de "descansar" da Rota EN2,
e/ou de "pernoitar" de um dia para o outro. 
 

en2.Abrantes3b.png

 
 

ABT.DonaAmelia.png

RECOMENDA-SE VIVAMENTE O DONA AMÉLIA (em Abrantes).
 

--- :::::::::: ---

No "meu" Passaporte N2 ... o KM 400 existe.

en2,AbrantesCarimbo.png

--- :::::::::: ---

en2.Abrantes.png

Abrantes é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito de Santarém, na província do Ribatejo, região do Centro e sub-região do Médio Tejo, com cerca de 17 500 habitantes. A cidade situa-se junto ao rio Tejo, na sua margem direita.

en2.Abrantes1a.png

É sede do município de Abrantes com 714,69 km² de área e 34351 habitantes (censo de 2021), sendo subdividido em 13 freguesias. A densidade demográfica é de 55,02 hab/km². O município é limitado a norte pelos municípios de Vila de Rei, Sardoal e Mação, a leste por Gavião, a sul por Ponte de Sor e a oeste por Chamusca, Constância, Vila Nova da Barquinha e Tomar.

en2.Abrantes.Freguesias.png

O município de Abrantes está dividido em 13 freguesias:

  • Abrantes (São Vicente e São João) e Alferrarede (sede) 
  • Aldeia do Mato e Souto 
  • Alvega e Concavada 
  • Bemposta 
  • Carvalhal 
  • Fontes 
  • Martinchel 
  • Mouriscas 
  • Pego 
  • Rio de Moinhos 
  • São Facundo e Vale das Mós 
  • São Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo (urbana) 
  • Tramagal

en2.Abrantes1c.png

Abrantes e o seu castelo foram conquistados por D. Afonso Henriques, em 1148, aos mouros. Recebeu foral em 1179, em recompensa da resistência oferecida aos sitiantes marroquinos de Abem Jacob, os quais tiveram de retirar com pesadas baixas. Em 1510 o foral de Abrantes foi reformado por D. Manuel I.

Em 1807, foi tomada pelo general francês Junot no decorrer das Invasões Francesas. unot recebeu o título de Duque de Abrantes.

Abrantes foi elevada à categoria de cidade em 1916, pela lei nº 601, de 14 de Junho. Hoje engloba oficialmente quatro freguesias: Rossio ao Sul do Tejo, São João, São Vicente e Alferrarede.

Pensa-se que a cidade terá origem celta. O nome Abrantes virá do latim Aurantes (ao que parece na região haveria muito ouro).

sample

Em 1173 Dom Afonso Henriques doa o Castelo de Abrantes e o seu termo à Ordem de Santiago da Espada.

  • 1179: Primeiro foral de Abrantes, concedido por Dom Afonso Henriques.
  • 1217: Confirmação do foral por D.Afonso II.
  • Em 1385 Abrantes serviu de ponto de encontro entre as tropas de Nuno Álvares Pereira e de D. João I, antes de partirem para a Batalha de Aljubarrota.
  • Em 1471 D. Lopo de Almeida é nomeado 1.º Conde de Abrantes.
  • Em 1518 é reformulado o Foral de Abrantes por D. Manuel I.
  • 1807: Abrantes é ocupada pelas tropas do General Junot, a quem Napoleão Bonaparte concedeu o título de Duque de Abrantes.
  • 7 de Novembro de 1862: inauguração da linha ferroviária do Leste.
  • Em 1870 foi concluída a ponte rodoviária sobre o Tejo; a ponte ferroviária foi inaugurada em 1889.
  • Em 1891 entrou em funcionamento a Linha da Beira Baixa.
  • Em 1916, Abrantes foi elevada à categoria de cidade.

en2.Abrantes1b.png

A Geografia de Abrantes:

A cidade de Abrantes ergue-se numa colina na margem direita do rio Tejo, à altitude média de 100 metros, dominando todo o vale desde o oeste de Belver, concelho do Gavião, até ao municipio de Constância. A cidade está ligada à margem esquerda do rio Tejo por uma ponte rodoviária e uma ponte ferroviária. A ponte rodoviária é um elo de ligação fundamental entre a parte norte do concelho de Abrantes, situada na margem direita do rio, e a parte sul, na margem esquerda.

en2.Abrantes2.png

Ponte rodoviária sobre o rio Tejo, junto a Abrantes

A Economia de Abrantes:

A cidade de Abrantes é pólo comercial e indústria da fértil região agrícola adjacente. Tem indústria metalúrgica e metalomecânica de importância nacional, como a Mitsubishi Fuso Truck Europe.

Em Abrantes localiza-se a Tejo-Energia, com uma central termoelétrica no Pego, sendo a maior empresa do distrito de Santarém.

en2.Abrantes2c.png

Campos de exploração Agrícola em Alferrarede com a central Termoeléctrica à distância. Vista do miradouro do Castelo de Abrantes

O Artesanato de Abrantes:

Na zona de Abrantes mantêm-se em actividade ofícios de cesteiros, esparteiros, oleiros e tecelões.

en2.Abrantes2b.png

A Gastronomia de Abrantes:

As principais especialidades locais são doçarias: Palha de Abrantes, lampreia de ovos, bolo real, broas de Abrantes, paraísos, queijos-do-céu, tigeladas.
No peixe, destaca-se a açorda de sável, arroz de lampreia, peixe do rio frito e achigã grelhado. É notável uma maior variedade nos pratos de peixe, este facto acontece devido à proximidade da cidade ao rio Tejo, tendo Abrantes uma ligação especial aos pratos de peixe.
Na carne encontra-se o cabrito assado no forno e o entrecosto com migas carvoeiras. 

en2.Abrantes2d.png

Ruy Roque Gameiro, Monumento aos Mortos pela Pátria 1914-1918, 1930

Personalidades Ilustres de Abrantes:

  • António Augusto da Silva Martins
  • António Botto
  • Eduardo Catroga
  • Francisco Alves da Silva Taborda
  • Manuel Rodrigues Júnior
  • Maria de Lourdes Pintasilgo

en2.Abrantes2a.png

As Geminações da Cidade de Abrantes:

A cidade de Abrantes está geminada com:

  • França Parthenay, Deux-Sèvres, França (desde 16 de Abril  de 1994)
  • Cabo Verde São Nicolau, Cabo Verde (desde 7 de Julho de 1998)
  • Espanha Cáceres, Espanha (desde 25 de Maio de 2005)
  • Islândia Grindavik, Islândia (desde 25 de Agosto de 2005)
  • Japão Hitoyoshi, Kumamoto, Japão (desde 24 de Setembro de 2009)

Tem intercâmbios bilaterais com as seguintes cidades geminadas com Parthenay:

  • Espanha Arnedo, La Rioja, Espanha
  • Alemanha Weinstadt, Baden-Wurttemberg, Alemanha
  • República da Irlanda Tipperary, Condado de Tipperary, Irlanda

en2.Abrantes2e.png

Os Pontos de interesse patrimonial de Abrantes:

Na cidade de Abrantes podemos visitar os seguintes monumentos:

  • Castelo de Abrantes
  • Igreja de Santa Maria do Castelo
  • Igreja de São Vicente
  • Igreja de São João Baptista
  • Igreja da Misericórdia
  • Capela de Santa Ana
  • Convento de São Domingos
  • Convento da Esperança
  • Capela de São Lourenço
  • Monumento aos Mortos pela Pátria, 1914-1918, 1930, de Ruy Roque Gameiro 
  • Mourões

en2.Abrantes2f.png

Os Pontos de interesse cultural e de lazer de Abrantes:

  • Museu Municipal D. Lopo de Almeida
  • Jardim de Esculturas de Ferro ao Ar Livre
  • Aquapólis - Parque Urbano Ribeirinho de Abrantes
  • Biblioteca Municipal António Botto
  • Cine-teatro São Pedro
  • Galeria municipal de Arte “Quartel”
  • Posto de Turismo
  • Parque de São Lourenço
  • Praia Fluvial da Aldeia do Mato
  • Skate Park - Castelo de Abrantes
  • Estádio Municipal - Cidade Desportiva (Futebol Atletismo)
  • Campo de Basebol Cidade Desportiva
  • Kartódromo de Abrantes - Rossio ao Sul do Tejo
  • Albufeira de Castelo Bode - para atividades como a vela, canoagem, kayaks, windsurf e pesca.

en2.Abrantes2g.png

A Educação de Abrantes:

  • Escola Superior de Tecnologia de Abrantes: Rua 17 de Agosto de 1808 - Abrantes
  • Escola Secundária Dr. Solano de Abreu: Avenida das Forças Armadas - Abrantes
  • Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes:Herdade da Murteira - Mouriscas
  • Escola Secundária c/ 2º e 3.º CEB Dr. Manuel Fernandes: Rua General Humberto Delgado - Abrantes
  • EB 2,3 D. Miguel de Almeida - Abrantes
  • EB 2,3 e Secundária Octávio Duarte Ferreira - Tramagal
  • E ainda EB 1 em Abrantes, Chainça, Rossio ao Sul do Tejo, São Miguel do Rio Torto, Tramagal, Bemposta, São Facundo, Vale das Mós, Pego, Concavada, Alvega, Mouriscas, Alferrarede, Carvalhal, Souto, Fontes, Martinchel e Rio de Moinhos.

en2.Abrantes3a.png

As Feiras, festas e romarias de Abrantes:

  • A sua feira anual de São Matias decorre de 24 de Fevereiro até ao 1º domingo de Março.
  • As festas do concelho decorrem de 9 a 14 de Junho (14 de Junho - Feriado Municipal).
  • Feira Nacional de Doçaria Tradicional, organizada pela TAGUS - Ribatejo Interior e a Câmara Municipal. Centro Histórico no último fim-de-semana de Outubro
  • A Feira da Ladra Numismática decorre aos primeiros sábados de cada mês, na Praça Barão da Batalha.
  • Feira Franca - Centro Histórico - 5º sábado - realiza-se no último sábado dos meses com 5 sábados
  • fESTA - Festival de Tunas Mistas organizado pela EstaTuna, tuna da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.

en2.Abrantes3.png

--- :::::::::: ---

Relacionados:

en2,Abrantes.MarcoNeiva.png

https://www.youtube.com/watch?v=BW8A0bkGzhk

en2.AbrantesTurismo.png

http://www.turismo.cm-abrantes.pt/

en2.ViverCentro.png

https://www.vivernocentrodeportugal.com/pt/municipio/abrantes

en2.Abrantes.foto.png

https://www.youtube.com/watch?v=lswYHzpqb9w

 

 

N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Pelo Alentejo Central e pelo Alentejo Litoral)

en2.AlentejoCentral.png

 

Mora (antiga Amora) é uma vila portuguesa, no distrito de Évora, região Alentejo e sub-região do Alentejo Central com cerca de 4 979 habitantes (2012).

A vila de Mora é sede do município de Mora com 443,95 km² de área e 4 978 habitantes (2011), subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Ponte de Sor, a nordeste por Avis, a leste por Sousel, a sueste porArraiolos e a oeste por Coruche.

O concelho recebeu foral de D. Manuel I em 1519.

en2.Mora1a.png

Pontos de Interesse de Turismo do concelho de Mora são:

Casa da Cultura de Mora, Fluviário de Mora, Igreja Matriz de Mora ou Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Graça, Igreja da Misericórdia de Mora, Igreja de Santo António de Mora, Jardim Público de Mora, Miradouro de Mora, Museu Interativo do Megalitismo, Núcleo Museológico Agro-Florestal da Barroca, Núcleo Museológico da Santa Casa da Misericórdia de Mora, Parque Urbano de Mora, Pista Internacional de Pesca Desportiva de Mora, Torre do Relógio, e ...

A Rota da Estrada Nacional 2

en2.Mora4.png

Depois do "eventual" registo fotográfico junto do marco amarelo MORA, alusivo aos 75 anos da EN2 (...)

en2.CarimbarEmMora.png

E depois de carimbar o Passaporte EN2 "oficialmente" nos Bombeiros Voluntários de Mora, ou no Fluviário de Mora, ou no Museu Interativo do Megalitismo de Mora ou no Posto de Turismo de Mora (...)

en2.Mora.HelderGanhao.png

E ainda há a possibilidade de carimbar o Passaporte EN2 nos "aderentes" à Rota EN2 que em Mora são o Restaurante "O Alentejano" e o Restaurante "Helder Ganhão".

en2.Mora,Fluviario.png

O Fluviário de Mora

Depois (...) há que regressar à Estrada Nacional 2 em direcção a Montemor-o-Novo. E,

À Rota EN2 - no Percurso Mora - Montemor-o-Novo (...)

en2.Mora-MontemorNovo.png

A distância em linha reta entre Mora e Montemor-o-Novo (ambas no distrito de Évora) é 33.32 km, mas a distância de condução é 41 km. E leva aproximadamente 38 minutos para ir de Mora a Montemor-o-Novo.

en2.Brotas.Placa.png

Ainda em "território" do Município de Mora, a Estrada Nacional 2 leva-nos a Brotas.

Brotas1.png

Brotas é uma freguesia portuguesa do município de Mora, na região do Alentejo, com 83,15 km² de área e 451 habitantes. A sua densidade populacional é de 5,4 h/km². Esta freguesia constituiu até 1834 o concelho de Águias, que recebeu foral em 1520. (Wikipédia)

sample

A paragem em Brotas (Mora) resume-se ao carimbar do Passaporte N2 (com "eventual" registo fotográfico), nos "aderentes" à Rota EN. Que são a Casas de Romaria e o Restaurante "O Poço".

en2.Brotas.Carimbar.png

Depois (...) é o retomar da Rota EN2 em direcção ao Municipio de Montemor-o-Novo.

en2.MontemorNovo.png

Montemor-o-Novo é uma cidade portuguesa, no distrito de Évora, região do Alentejo e sub-região do Alentejo Central, com cerca de 12 000 habitantes. É a segunda maior cidade do distrito, apenas superada pela capital, Évora. (Wikipédia)

en2.MontemorNovo1.png

Pontos de Interesse do Turismo do concelho de Montemor-o-Novo são:

Anta Grande da Comenda da Igreja, Anta Grande do Zambujeiro, Anta de São Briços/Anta de São Brissos, Antas da Herdade do Barrocal, Aventura Radical, Barragem dos Minutos, Castelo de Giraldo, Castelo de Montemor-o-Novo, Centro Interpretativo dos Almendres, Centro Interpretativo do Castelo de Montemor-o-Novo, Convento de Nossa Senhora da Saudação, Cromeleque dos Almendres, Cromeleque de Vale Maria do Meio, Ebora Megalithica, Gruta do Escoural, Herdade das Cortiçadas, Igreja da Misericórdia, Igreja de Nossa Senhora da Conceição ou Capela das Conchas, Igreja de São Brissos, Menir dos Almendres, Monte Selvagem, Mosteiro de Nossa Senhora do Castelo, Museu do Convento de São Domingos, Paço dos Henriques, PORVID - Pólo Central de Conservação da Variabilidade da Videira Autóctone, Rua de Nossa Senhora da Visitação, Solar da Sempre Noiva e Torre da Má-Hora. E (...)

A Rota da Estrada Nacional 2

Montemor3.png

No Municipio de Montemor-o-Novo a primeira paragem (no âmbito da Rota EN2) é em Ciborro.

en2.Ciborro.png

Ciborro é uma freguesia portuguesa do município de Montemor-o-Novo, na região do Alentejo, com 56,31 km² de área e 714 habitantes. A sua densidade populacional é de 12,7 h/km². É atravessada pela Estrada Nacional 2. (Wikipédia)

Roteiro Estrada Nacional 2 (EN2): Guia com o que visitar

E é em Ciborro, onde se encontra o marco alusivo ao Km 500 da Estrada Nacional 2. Sendo o seu "registo fotográfico" quase uma obrigação. 

en2.JuntaFreguesiaCiborro.png

No Ciborro, há também a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 "oficialmente" na Junta de Freguesia do Ciborro.

JFCiborro.png

O Passaporte N2 ainda pode ser carimbado nos "aderentes" (à Rota EN2) seguintes: Restaurante Galego e Snack Bar "O Ciborro".

en2.Km499.png

No Ciborro (Café Restaurante Galego), além de se adquirir e carimbar o Passaporte N2, também se pode adquirir  um "íman" alusivo ao Km 499.

en2.Ciborro1.png

Enquanto ... no Ciborro (Snack-Bar "O Ciborro"), além de se carimbar o Passaporte N2, também se pode adquirir vários "recuerdos" (como por exemplo, autocolantes, camisolas, etc ...) alusivos ao Km 500Depois (...)

Há que retomar a Rota da EN2 em direcção à cidade de Montemor-o-Novo.

Ciborro-Montemor.png

A cidade de Montemor-o-Novo pertence ao Distrito de Évora e tem cerca de 11.000 habitantes. É a sede de um dos maiores concelhos do país com uma área de 1.232,10 km² mas apenas 18.540 habitantes (2004) estando dividido em 10 freguesias.

cidade de Montemor-o-Novo

Depois do "registo fotográfico" junto ao marco amarelo Montemor-o-Novoalusivo aos 75 anos da EN2 (...)

en2.Montemor.totrem.png

E depois de carimbar "oficialmente" o Passaporte N2, no Posto de Turismo (...)

en2.CarimboOficial.Montemor.png

Ainda há a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 (com "eventual" registo fotográfico), no aderente Regalenga Restaurante (...)

sample

E ainda há a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 (com "eventuais" registos fotográficos), junto dos aderentes ALKIMIA Café e O Cortiço Restaurante (...)

en2.CarimbosMontemor.png

Depois (...) Há que retomar a Rota da EN2 em direcção a Santiago do Escoural.

en2.Montemor-Escoural.png

Santiago do Escoural é uma freguesia rural portuguesa do município de Montemor-o-Novo, na região do Alentejo, com 138,93 km² de área e 1 335 habitantes. A sua densidade populacional é de 9,6 habitantes por km². Foi elevada a vila pela lei n.º 555 de 5 de Junho de 1916, sob a designação de Escoural. (Wikipédia)

en2.Carimbo.FregueriaEscoural.png

Depois de carimbar "oficialmente" o Passaporte N2, no Posto de Turismo (...)

en2.KM533.png

Ainda há a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 e de um "eventual" registo fotográfico, junto do aderente Restaurante "O CHOLINHA" (...)

en2.Carimbos.Escoural.png

E ainda há a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 (com "eventuais" registos fotográficos), junto dos aderentes Bomba de combustível Escoucomb e Rabinos Restaurante (...)

Depois (...) Há que retomar a Rota da EN2 em direcção a Alcaçovas.

Montemor-o-Novo-Alçacovas.png

A distância em linha reta entre Montemor-o-Novo e Alcaçovas (ambas no distrito de Évora) é 28 km, mas a distância de condução é 39 km. E leva aproximadamente 36 minutos para ir de Montemor-o-Novo a Alcaçovas.

en2.Alcaçovas.png

Alcáçovas é uma freguesia portuguesa do município de Viana do Alentejo, na região do Alentejo, com 268,13 km² de área e 2 111 habitantes. A sua densidade populacional é de 7,9 h/km². Foi vila e sede de concelho entre 1258 e 1836. Era constituído apenas pela freguesia da sede e tinha, em 1801, 1 613 habitantes. (Wikipédia)

sample

Pontos de Interesse do Turismo da freguesia de Alcaçovas são:

Chocalhos Pardalinho, Igreja Matriz do Salvador de Alcáçovas, Igreja de Nossa Senhora da Conceição (ou Capela das Conchas), Museu do Chocalho, Paço dos Henriques, Piscinas Municipais de Alcáçovas, Tratado de Alcáçovas, e ...

Eventualmente "o maior chocalho do mundo".

sample

E no âmbito da Rota EN2 ...

Depois de "eventual" registo fotográfico junto do marco branco do Km 551 (...)

en2.Marco551.png

Há que "oficialmente" carimbar o Passaporte N2 nos Postos de Turismo do Castelo em Viana do Alentejo e/ou do Paço dos Henriques em Alcáçovas (...)

en2.carimbarAlcaçovas1.png

Havendo ainda a possibilidade de carimbar o Passaporte N2 (com "eventuais" registos fotográficos), junto dos "aderentes" à Rota EN2. Que são os seguintes: Café "Boteco do Rossio", Grupo Pedestrianista Alcáçovas Outdoor, Restaurante "Esperança", Restaurante das Piscinas e Restaurante "Sabores da Vila" e Pastelaria "Sabores d'Avó" (...)

en2.Alcacovas.PastelariaSaboresAvo.png

en2.Alcaçovas.Geral.png

Uma outra possibilidade é do "eventual" registo fotográfico junto do marco de amarelo ALCÁÇOVAS, alusivo aos 75 anos da Estrada Nacional 2 (...)

en2.Alcaçovas1.png

Depois (...) Há que retomar a Rota da EN2 em direcção ao Torrão.

Alcaçovas-Torrao.png

A distância em linha reta entre Alcaçovas (no distrito de Évora) e Torrão (no distrito de Setúbal) é de 17 km, mas a distância de condução é 20 km. E leva aproximadamente 23 minutos para ir de Alcaçovas ao Torrão.

en2.Torrao.png

Torrão é uma freguesia portuguesa do concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal. Situada praticamente na união dos distritos de Setúbal, Évora e Beja, é a sexta maior freguesia de Portugal, em termos de área. A freguesia, com 372,39 km² de área e 2295 habitantes, atinge uma densidade populacional de 6,2/km². (Wikipédia)

en2.Torrao1.png

A designação Torrão tem origem na palavra torrejam, que significa “torre grande”.

A vila do Torrão fica situada a 35km de Alcácer do Sal, a 45km de Évora e a 87km de Setúbal. E a principal acessibilidade é a EN2, que faz a ligação a Montemor-o-Novo e Ferreira do Alentejo. 

en2.Torrao (vista aerea).png

Vista aérea do Torrão a uma altitude de cem metros

 

Os Pontos de Interesse do Turismo da freguesia do Torrão são:

Capela de São João da Ponte (século XVI) Ermida de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Igreja do Carmo e da Misericórdia (século XV), Igreja Matriz, Igreja de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Igreja e Convento de Nossa Senhora da Graça (século XVI), Igreja e Convento de São Francisco (século XVI),

Pode ser uma imagem de ao ar livre e monumento

Anta do Torrão,

http://www.monumentos.gov.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=3739

Monte da Tumba

http://www.cm-alcacerdosal.pt/pt/municipio/concelho/patrimonio/patrimonio-arqueologico/monte-da-tumba-torrao/

Ponte da Calçadinha Romana,

http://www.cm-alcacerdosal.pt/pt/municipio/concelho/patrimonio/patrimonio-arqueologico/calcada-romana-torrao/

Solar dos Viscondes do Torrão,

http://www.cm-alcacerdosal.pt/pt/municipio/concelho/patrimonio/patrimonio-arquitetonico/patrimonio-arquitetonico-civil/solar-dos-viscondes-do-torrao/

 Fonte da Partina,

GC660GX Fonte da Partina (Traditional Cache) in Setúbal, Portugal created  by Selão

Fonte do Poço de Cima,

Fonte da Ponte,

Fonte Santa,

http://pedra-no-chinelo.blogspot.com/2013/08/o-grito-das-7-fontes.html

Rio Xarrama

São mesmo porcos! - ALCÁÇOVAS

 Barragem de Vale de Gaio ou Trigo de Morais

ValedoGaio

Barragem de Trigo de Morais ou Vale do Gaio

O melhor Alentejo do Mundo: Barragem Trigo de Morais ( Torrão )

en2.JuntaFreguesiaTorrao.png

 

15
Nov21

A ROTA EN2 - KM 565 ... (Torrão)

por Blogando

N2.png

 

ROTA EN2 - KM 565 ...

(Torrão)

 

Imagem copiada do site mapcarta

sample

A designação Torrão

tem origem na palavra torrejam,

que significa “torre grande”.

en2.Torrao1.png

http://www.cm-alcacerdosal.pt/pt/municipio/concelho/freguesias/freguesia-do-torrao/

Imagem copiada de Wikipédia

EN2.Torrao.Freguesia.png

Torrão vista do ar ...

Torrao.Vista aerea.png

https://portugalfotografiaaerea.blogspot.com/2011/12/torrao.html

--- :::::::::: ---

Digital.Torrao.png

Digital.Torrao1.png

É percorrendo a Estrada Nacional 2 que, ao quilometro 565, encontramos a vila do Torrão, no concelho de Alcácer do Sal. Um troço desta carismática estrada que não estava incluído numa rota turística que junta todos os municípios que esta atravessa.

Esta quarta-feira a Junta de Freguesia do Torrão assinou um protocolo com a Associação de Municípios da Rota da Nacional 2, a fim de integrar este troço nesta rota turística, uma cerimónia que decorreu na antiga escola primaria do Torrão e que contou com uma sala cheia.

 

ODigital.pt esteve presente

e mostra-lhe de seguida a reportagem vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=lMm-lMn70PU

 

--- :::::::::: ---

 

Imagem e texto copiados do grupo privado Comunidade EN2 

e postado pela CDU Alcacer do Sal em 24-08-2021 às 13:48

sample

A GESTÃO CDU NA CÂMARA MUNICIPAL 

EMBELEZA A PRAÇA BERNARDIM RIBEIRO NO TORRÃO

COM LETTERING DE GRANDE FORMATO

A gestão CDU nas autarquias prossegue com o trabalho de valorização e de embelezamento do espaço público nas nossas localidades.

Desta vez, foi colocado um lettering de grande formato na Praça Bernardim Ribeiro, mesmo no centro da vila do Torrão.

Os trabalhadores da Câmara, das equipas de carpintaria, pintura, serralharia e do setor local do Torrão, executaram as letras que já se encontram, desde a manhã de hoje, prontas a serem admiradas num dos locais mais emblemáticos da vila.

 

--- :::::::::: ---

 

Imagens e texto copiados do blog o mundo em duas mochilas 

KM564.Torrao.png

A penúltima paragem deste dia foi na vila do Torrão. Poderia dever o seu nome às altas temperaturas que aqui se fazem sentir (e se sentimos isso quando lá passámos), mas não é o caso. Aqui encontramos – como não poderia deixar de ser – boas gentes e uma gastronomia de “chorar por mais”.

 

Alguns locais de interesse a visitar em Torrão:

– Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção (38º17’45.127″N; 8º13’48.693″W), um templo que remonta já ao século XIII, reconstruído e melhorado ao longo dos anos, enquadrada num conjunto de casas típicas desta região do país;

– Praça Bernardino Ribeiro (junto à Junta de Freguesia do Torrão), uma praça típica onde se encontram diversos elementos históricos, como uma placa de cimento de “paragem de autocarros” e um “marco do correio”, ambos em óptimo estado de conservação.

 

 

 Fundamental passar por:

– Restaurante “O Tordo”, onde comemos até “cair para o lado” das melhores iguarias da região. Fica mesmo encostado à N2 e também aqui encontramos vários elementos relacionados com esta estrada e quem a percorre;


Ao Km 574 (após o Torrão) passamos uma zona cénica de estrada, com um túnel lindíssimo de pinheiros mansos a abraçar a N2.

 

https://omundoemduasmochilas.com/2020/09/06/roteiro-de-6-dias-pela-estrada-nacional-2/

--- :::::::::: ---

Imagens e textopostadas por XarramAdventure Torrao  em 15-08-2021 às 14:05

no grupo publico de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

sample

Torrao1.png

Torrao3.png

Torrao12.png

sample

Torrao4.png

Torrao5.png

Passeio na EN2, com foto no novo selfie spot ao km 565 Torrão.
Se passar nesta bonita Vila Alentejana pare e conheça o nosso património.
 

--- :::::::::: ---

Imagem postada por Zé Grosso em 14-08-2021 às 12:36,

no grupo Torrão Alentejo

sample

A Vila do TORRÃO voltou a ter á entrada e saída,
o seu Nome, da cor e forma, como os antigos marcos da JAE.
Muitos Parabéns á CMAS que os construiu, e muito bem,
e também por nos trazer boas memórias da Estrada
que desde sempre também é nossa.
👋👋👋👋👋👋👋👋👋👋👋👋

 

Imagem postada por Zé Grosso em 15-08-2021 às 15:19, no grupo Torrão Alentejo

sample

Excelente cartão de visita!!
Tudo o que for feito no Torrão será sempre bem visto por quem cá passa, quem vive, quem sempre viveu e respira Torrão

Muitos Parabéns á CMAS pela obra.
GRUPO RODA BATIDA - Motas e Motorizadas Torrão.

--- :::::::::: ---

Image e texto copiados de Amigos da Estrada Nacional 2

e postados por Vitor Campaniço  em 12-09-2021 às 15:58

 

Ainda fresquinhas também no Torrão em ambas as entradas

 

Imagem e texto copiados de Amigos da Estrada Nacional 2

e postados por Vitor Campaniço  em 11-09-2021 às 22:54

sample

--- :::::::::: ---

 

Imagens e texto postados por Francisco Carvalho, em 15-08-2021 às 15:02,

no grupo publico de Estrada Nacional 2 - De cima a baixo ...

sample

 

 

Imagem postada por Jose Alves em 19-09-2021 às 22:52

sample

Não esquecer parar no kms 565 no TORDO

para reabastecer ou descansar ou carimbar

--- :::::::::: ---

 

 

--- :::::::::: ---

 

Imagem copiada de Amigos Estrada Nacional 2

e postada por Paulo Martins em 02-10-2021 às 22:12

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé, ao ar livre e texto que diz "N2 FUEL TORRÃO"

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Sergio Jorge Lara Branco  em 17-08-2021 às 18:34

SergioLara14a.png

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Agostinho Rita em 15-08-2021 às 17:04

en2.Torrao2a.png

Imagem postada por Paulo Quintas em 16-10-2021 às 08:31

no grupo Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

en2.Torrao3.png

 

--- :::::::::: ---

Imagem e texto copiados de Amigos da Estrada Nacional 2

e postados por Marta Pedrosa em 09-09-2021 às 22:09

Pode ser uma imagem de em pé e ao ar livre

Tb começamos a nossa aventura!

Mas não conseguimos o passaporte!

--- :::::::::: ---

 

 

 

--- :::::::::: ---

Imagem copiada do Estrada Nacional 2 #2 e postada

por Mira Gonçalves em 14-10-2021 às 13:04

en2.Torrao1.png

--- :::::::::: ---

 

 

--- :::::::::: ---

 

 

--- :::::::::: ---

Imagem postada por Pedro Daniel Silva em 14-09-2021 às 23:20

Pode ser uma imagem de árvore e ao ar livre

Imagem postada por Hugo Murilhas Rodrigues em 15-10-2021 às 19:04

no grupo Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

en2.Torrao565.png

 

--- :::::::::: ---

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Rui Albora em 03-09-2021 às 19:21

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e ao ar livre

--- :::::::::: ---

Imagem copiada de EN2 Portugal e 

postada por Maria Mizet Guerra em 17-09-2021 às 13:48

en2.Torrao.png

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Pedro Dias  em 22-08-2021 às 17:30

 

--- :::::::::: ---

Imagens postadas por Luis Alves em 16-10-2021 às 17:14

no grupo Amigos da Estrada Nacional 2

en2.Torrao4.png

en2.Torrao4a.png

--- :::::::::: ---

en2.LeonorRato.Torrao.png

en2.LeonorRato.Torrao1.png

N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Por Mora)

EN2.Mora.png

Mora (antiga Amora) é uma vila portuguesa, no distrito de Évora, região Alentejo e sub-região do Alentejo Central com cerca de 4 979 habitantes (2012).

A vila de Mora é sede do município de Mora com 443,95 km² de área e 4 978 habitantes (2011), subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Ponte de Sor, a nordeste por Avis, a leste por Sousel, a sueste porArraiolos e a oeste por Coruche.

O concelho recebeu foral de D. Manuel I em 1519.

en2.Mora1a.png

https://www.guiadacidade.pt/pt/poi-mora-16415

https://www.guiadacidade.pt/pt/poi-pavia-16584

https://www.guiadacidade.pt/pt/poi-fluviario-de-mora-16416

https://www.guiadacidade.pt/pt/poi-anta-e-capela-de-sao-dinis-16585

https://www.guiadacidade.pt/pt/poi-parque-ecologico-do-gameiro-16418

http://justgo.com.pt/2020/07/02/mora/

https://www.vagamundos.pt/passadico-gameiro-parque-ecologico/

Pontos de Interesse de Turismo do concelho de Mora são:

Casa da Cultura de Mora, Fluviário de Mora, Igreja Matriz de Mora ou Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Graça, Igreja da Misericórdia de Mora, Igreja de Santo António de Mora, Jardim Público de Mora, Miradouro de Mora, Museu Interativo do Megalitismo, Núcleo Museológico Agro-Florestal da Barroca, Núcleo Museológico da Santa Casa da Misericórdia de Mora, Parque Urbano de Mora, Pista Internacional de Pesca Desportiva de Mora, Torre do Relógio, e 

A Rota da Estrada Nacional 2

en2.Mora1.png

en2.Mora.png

en2.Carimbar.Mora.png

Imagem postada por Nos Rêves de Bohème em 19-08-2021 às 11:29

no grupo Amigos da Estrada Nacopnal 2

en2.Mora1.png

 

--- :::::::::: ---

Pode ser uma imagem de bicicleta, ao ar livre e texto que diz "MORA RA"

(Rui Albora - 03-09-2021 19:21)

 

Pode ser uma imagem de ao ar livre

(Sergio Jorge Lara Branco - 17-08-2021 18:34)

(no grupo publico Estrada Bacional 2 - De cima abaixo)

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

(Carlos Santos - 19-09-2021 14:10)

 

Pode ser uma imagem de estrada e texto que diz "N2 Montargil 19 P. Sôr 42"

(Susana Virgilio - 21-09-2021 21:11)

N2.png

 

A ROTA EN2 ... "Bloco de Notas"

(Brotas)

https://www.youtube.com/watch?v=XFfC_XkstpQ

en2.Brotas.Placa.png

Brotas.png

A sede deste concelho foi inicialmente a povoação de Águias, tendo passado no final do século XVIII para a actual povoação de Brotas. Tinha, em 1801, 529 habitantes. (Wikipédia)

en2.MapaMora.png

História

Brotas é uma freguesia do Concelho de Mora próxima do rio Divor e que dista aproximadamente 11km da sede concelhia. Tem uma área de 83,15 km2 e, em 2011, contava um total de 451 habitantes. Esta freguesia constituiu o Concelho de Águias (até 1834), tendo passado a sua sede da povoação de Águias para Brotas no final do século XVIII.

Em data anterior a 1424 foi erguida neste local uma ermida dedicada a Nossa Senhora (que, segundo a lenda, aí teria aparecido a um pastor e realizado um milagre), culto que se acentuou nas centúrias seguintes, determinando a ampliação do templo original e a criação de um núcleo urbano adjacente, dando origem ao Santuário de Nossa Senhora das Brotas. O declínio da vila das Águias ocorreu progressivamente, à medida que o lugar de Brotas se ia tornando uma povoação mais importante, levando a que, em 1535, o Cardeal-Infante D. Afonso, Bispo de Évora, lhe concedesse independência eclesiástica, transferindo a sede paroquial de Águias para Brotas.

Em frente ao templo estende-se a Rua da Igreja, cujas edificações de dois pisos foram erguidas como hospedaria para as várias confrarias de fiéis. Muitas dessas casas ainda hoje apresentam as lápides das confrarias respetivas (como a de Setúbal, Mora, Lavre, Cabeção ou Cabrela). Esta é a parte da aldeia a que o povo chama de “Aldeia Velha”. A partir da primeira Guerra Mundial, os proprietários de uma herdade fronteira à “Aldeia Velha”, formaram uma outra aldeia a que os moradores chamaram de “Aldeia Nova”.

O Concelho das Águias ou Brotas foi extinto em 1834 e anexado ao de Mora. Quando o de Mora foi extinto em 1855, Brotas passou para o de Montemor-o-Novo, onde se manteve até 1861, ano em que o Concelho de Mora foi restaurado.

Património

Brotas integra conjuntos arquitetónicos de elevado valor patrimonial:

  • Torre das Águias (Classificado como Monumento Nacional, 1910).
  • Igreja de Nossa Senhora de Brotas (Classificado Imóvel de Interesse Publico, 1956) e conjunto de edificações circundantes, denominado Santuário de Nossa Senhora das Brotas.

Santuário de Nossa Senhora das Brotas (Mora)

Lapide.png

Lápide da Confraria de Mora, 1687, Santuário de Nossa Senhora de Brotas

TorreAguias.png

A Torre das Águias em Brotas (Mora)

--- :::::: ---

Imagem e texto postado por Afonso Reis Cabral

(na sua pagina de facebook) em 07-05-2019 às 23:58

Nenhuma descrição de foto disponível.

Ponte de Sor-Mora: 45 km (só faltam 257)
Como fiquei a dormir longe da estrada, havia que ter piedade das pernas antes de retomar a jornada. Deparei-me com um tipo novo a arcar caixas de cartão para uma carrinha e perguntei-lhe “Não queres dar-me boleia?”. E ele teve piedade de mim. Ajudei-o a levar as caixas e seguimos caminho falando sobre a Nacional 2. Dependemos os dois dela: eu, para caminhar; ele, porque é mecânico e tem um império de três oficinas. Depois de Ponte de Sor, aumentei a passada na recta que acompanha o aeródromo. Observei como procediam as avionetas, só que no final da pista continuei assente na estrada. Para a próxima, fio-me nas cegonhas, que levantam voo mais facilmente. Uns quilómetros depois, centenas de cactos mal se tocavam, cuidadosos como as pessoas que evitam conversar com medo de discutir. Antes de Montargil, tábuas pintadas anunciavam morangos, meloas, espargos. Ao longe, uma carrinha parecia rodeada de balcões. Avancei em busca de fruta e de conversa mas afinal a vegetação crescia à volta da carrinha abandonada. Faltavam os morangos, as meloas, os espargos e as conversas. Forcei a porta para analisar os objectos esquecidos na poeira dos estofos rasgados. Ao lado de uma faca havia um caderno de apontamentos com contas. Agora ninguém faz contas à vida. Por vezes somos como a carrinha, deixamos contas e facas. Junto à Albufeira de Montargil, cruzei-me com pessoas que rebuscavam nos arbustos de um jardim. Contentes, explicaram-me que era um peddy-paper da empresa e eu fiquei descansado: daqui em diante, deixará de haver conflitos laborais. Também me cruzo com sobreiros nus do peito da baixo. Pedem-me que os cubra com aquelas rendas da Joana Vasconcelos. Eu acho que mais vale deixá-los assim, mesmo expostos à chuva. Durante o dia algumas pessoas pararam de carro para perguntar se eu estava bem. Mais tarde soube que iam a pedido de benfeitores como a família Vinagre, que também me ofereceu o jantar. Mal sabem como encurtaram os quarenta e cinco de hoje - e eu não sei como lhos explicar.
PS - Muito obrigado à Guida Constantino pelo café, à família Vinagre pelo óptimo jantar no Restaurante O Poço e à Maria do Rosário Mendonça pela guarida nas Casas de Romaria.

 

https://www.andardemoto.pt/docs/andardemoto/revista-mensal/2019/201911/flip/?page=124#p=124

https://www.publico.pt/2019/08/02/culturaipsilon/noticia/percorrer-rio-estrada-1881582?fbclid=IwAR1YFd5B6U5GhHxTHGxo0RH-w0q0SCCiW32DV19YKqjnwCnyFeS5lxxCjhM

https://www.facebook.com/Rotaen2/videos/2038881316413781

Nenhuma descrição de foto disponível.

--- :::::: ---

Imagem e texto postado por Restaurante O Poço em 11-06-2021 às 23:07

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e ao ar livre

Mais um grupo de Vizela a visitar o Restaurante o Poço ao Km488 em Brotas.

--- :::::: ---

en2.Brotas.Carimbar.png

en2.Brotas.RestauranteOPoço.png

Imagem e texto postado por Mónica Cunha (em Casas de Romaria) em 29-05-2021 às 09:05

Pode ser uma imagem de em pé e ao ar livre

Não sei bem defenir este dia. Foi um dia intenso. Começou e terminou de forma fantástica.
Levantei-me mais cedo que o normal, desfiz a tenda, despachei-me e quando ia a sair do parque reparo que aquela indicação que nos dão para colocar na tenda estava precisamente dentro da tenda. Toca de abrir a mochila, tirar a tenda, procurar, devolver, colocar tenda e fechar mochila. O grupo de Motards que ali estavam para também sair do parque, pergunta se sou eu que estou a fazer a nacional 2. Digo que sim. Tiramos fotos. Desejo-lhes boa viagem e sigo. Numa recta antes de chegar a Montargil, estão um grupo de jovens com roçadeiras. Um deles pergunta o que ando a fazer de mochila às costas. Explico. Pergunto como se chama mas não consigo entender. Diz que é indiano. Ele também pergunta qual o meu nome. Mónica - respondo. Na Índia há muitas Mónicas - diz.
Sigo e percebo que está a dizer algo. Digo-lhe que não consegui perceber e ele repete: "Eu estou feliz por ti".
Como ainda não tinha tomado o pequeno almoço, páro no primeiro café que vejo. O grupo de Motards também lá está. Agora está o grupo completo são 10 e um casal é de Torres Vedras. Mais uma fotografia de grupo e depois o Carlos Magalhães(parece-me o líder do grupo) diz:
"Venha daí que ainda não tomou o pequeno almoço." Eles seguem directamente para Faro. Eu daqui a uma semana estou lá.
Sigo acompanhada pelo lago de Montargil. Chego ao café da Bomba onde conheço os proprietários, Margarida de Torres Vedras e o marido João Luís. Que surpresa boa! Mais conterrâneos! A Margarida fala-me de um sr. Joaquim Figueiredo que também faz muitas caminhadas pelo mundo. Saio de lá com um chocolate e uma empada de galinha. Ao sair do café mais um grupo de Motards. São dos Campelos. Vou caminhando, encontrando algumas sombras e do meu lado direito vejo uma pista de aterragem. Atravesso a estrada para filmar e mais à frente vejo que é um aeródromo. Volto a passar para o meu lado da estrada e como vem aí uma pequena subida, o corpo a dar sinal de falta de alimento, sento-me a comer o chocolate e a empada. Sigo caminho e ao começar a descer percebo que Mora está perto. Já vejo as casas ao longe. À esquerda é o Fluviário de Mora. Chego à hora de almoço e procuro um restaurante. Almoço bem no restaurante do Hélder Ganhão, uma açorda de ovo com muitos coentros. Uma delícia. É também ali que o sr. José Vinagre, proprietário do restaurante O Poço, me encontra, me dá o contacto da Maria das Casas da Romaria e me pergunta se quer que leve já a mochila para não ir tão carregada. Agradeço mas tenho de ser eu a levá-la até ao destino. Termino a refeição e saio do restaurante com várias ofertas do km 478 da nacional 2.
Vou à procura de uma caixa de multibanco. Nenhuma está a funcionar pois devido a obras que estão a fazer houve um corte de energia. Procuro como seguir para Brotas e é o Joaquim Caramujo (caracol do mar ou burrié) que me dá indicações. Também fez de bicicleta a nacional 2 com um colega. Posso encontrar a sua aventura no YouTube, nacional 2 com atrelado. O Joaquim diz que só faltam 8kms. Isso é canja, mais duas horas e estou em Brotas. Mas com o calor que está não está fácil chegar. Uma carrinha pára. É a Maria das casas da Romaria. Diz-me que vai só buscar o filho a Mora. Um pouco mais adiante, um carro pára ao longe com os 4 piscas ligados e sai uma jovem a dizer: "Mais uma campeã da nacional 2". Faz-se luz na minha cabeça e percebo que é a filha do sr. José Vinagre. Ela diz:"Os meus clientes estão a sair do restaurante e ligam-me a dizer que tu já aí vens. Queres que leve a mochila?"
A Maria regressa com o filho e diz que só falta um quilómetro e meio. "Espero por ti lá em baixo". Eu estou um pouco atordoada e penso:"Que terra é esta, em que todos são tão simpáticos, tão atenciosos? “. Mal chego vou conhecer a igreja de Nossa Senhora de Brotas. Lindíssima e muito fresco o seu interior.
Fico extasiada quando entro numa das casas de Romaria, onde vou pernoitar. Decoração tipicamente alentejana, os móveis, as camas, os cortinados, tudo a rigor. Um encanto.
Tomo banho e aproveito para descansar. Combinei estar às 19h no restaurante do sr. José Vinagre. Vou subindo e procuro um multibanco. Pergunto a umas senhoras. Estão a indicar-me o lugar quando aparece de carro a Grace, também filha do sr. José. "Entra que eu levo-te."g diz. Entrei. Fomos. O multibanco não estava operacional. Fomos ao Ciborro que fica a 10 kms, dirija-se ao próximo multibanco. Voltamos para Mora e finalmente consegui. Mas que aventura. A Grace é uma simpatia. Uma miúda cheia de energia e super prestável. Parámos no restaurante do pai. Janto muito bem, umas belas migas de espargos com carne. Só foi pena não poder acompanhar com um belo vinho. Fica para a próxima, pois vou de certeza voltar. Obrigada por tudo família Vinagre.
 
--- :::::: ---
 
https://www.vagamundos.pt/passadico-gameiro-parque-ecologico/?fbclid=IwAR0pow8LSSDq81iocFaAhXDeF3PgUE2UpchH0YysP1hqXJIdCsI-8pFHiz8
 
--- :::::: ---

N2.png

 

A ROTA EN2 ... 

(por Sergio Jorge Lara Branco)

 

Imagens e texto copiados de Estrada Nacional 2 - De cima a baixo ...

e postados por Sergio Jorge Lara Branco em 16.08.2021 às 16:55

SergioLara1.png

SergioLara2.png

SergioLara3.png

SergioLara4a.png

SergioLara4.png

SergioLara5.png

SergioLara6.png

SergioLara7.png

EN2.. Chaves/Faro..
Renault Zoe.. Sempre a velocidade da eletricidade.. 👌👌

--- :::::: ---

Imagens e texto copiados de Estrada Nacional 2 - De cima a baixo ...

e postados por Sergio Jorge Lara Branco em 17.08.2021 às 18:34

SergioLara8.png

SergioLara9.png

SergioLara10.png

SergioLara11.png

SergioLara12a.png

SergioLara13.png

SergioLara14.png

EN2 Sardoal/Torrão
 
--- :::::: ---

13
Nov21

ROTA EN2 -  KM 500 (em Ciborro)

por Blogando

N2.png

 

A ROTA EN2 - KM 500

(em Ciborro)

EN2.Ciborro2.png

Ciborro é uma freguesia portuguesa do município de Montemor-o-Novo, na região do Alentejo, com 56,31 km² de área e 714 habitantes. A sua densidade populacional é de 12,7 h/km². É atravessada pela Estrada Nacional 2. (Wikipédia)

en2.Ciborro.png

--- ::::: ---

Imagem e texto postados na Junta de Freguesia do Ciborro em 12-09-2021 às 11:26

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Km 500 com imagem renovada

--- ::::: ---

Imagem e texto postados na Junta de Freguesia do Ciborro em 08-10-2019 às 23:42

JuntaFreguesiaCiborro.png

--- ::::: ---

Imagem e texto postados na Junta de Freguesia do Ciborro em 26-10-2016 às 13:46

sample

Rota Estrada Nacional 2 - Ciborro km 500

--- ::::: ---

Imagem e texto postados na Comunidade EN2 por Fernando Pegas em 14-09-2021 às 00:20

en2.CiborroEumExemplo.png

No âmbito da Rota da Estrada Nacional 2 ... CIBORRO É UM EXEMPLO !!

--- ::::: ---

https://www.ufvilabisposilveiras.pt/atividades/atividades-economicas/378-montemor-vai-integrar-a-associacao-de-municipios-da-rota-da-estrada-nacional-2

--- ::::: ---

Marco km 500 – Guia Estrada Nacional 2 (N2)

Roteiro Estrada Nacional 2 (EN2): Guia com o que visitar

https://www.vagamundos.pt/guia-estrada-nacional-2-roteiro/

--- ::::: ---

sample
 
--- ::::: ---
 
 
--- ::::: ---
 
Por António Catarino
 

Saborear pitéus alentejanos

no Km 500 da N2

Na Nacional 2, uma das três mais extensas estradas do mundo, o marco do Km 500 está colocado no Ciborro (Montemor-o-Novo), a frente a um restaurante modesto, simples, mas com uma cozinheira de mão cheia.

 

Montemor-o-Novo é um dos 30 municípios atravessados pela Nacional 2, a mítica estrada que emparceira com a norte-americana Route 66 e com a argentina Ruta 40 no pódio das estradas mais extensas do planeta.

A Nacional que liga Chaves a Faro é a maior da Europa - 738,5 km de extensão e foi classificada, em 1945, com o atual estatuto.

Viajar por esta rodovia é ter um retrato tão amargo, quanto real do Portugal esquecido e desertificado.

Pouco aproveitada em termos turísticos, apesar do enorme potencial, atinge o quilómetro 500 no atravessamento da localidade de Ciborro, naquele concelho alentejano.

A povoação, outrora Vila Nova de Valenças por estar situada neste condado, cresceu após o início do século XX, ao longo de uma estrada, inicialmente, de terra batida, depois em empedrado e, finalmente, em asfalto.

O marco do quilómetro 500 e breve notícia histórica assinalam esse ponto de referência frente ao restaurante e snack bar O Ciborro, aberto desde 1982.

A referência - americanizada na forma e na língua - à EN 2 - Historic Route - está bem evidente e cativa a atenção de quem por ali passa, em especial grupos de motards. Fotos e dedicatórias recordam, nas paredes, esses momentos de uma viagem plena de simbolismo.

A casa é simples e a entrada faz-se pelo estabelecimento de café: uma sala à esquerda de quem entra; em frente, um balcão com lugares para refeições mais rápidas.

No piso inferior, uma sala para 30 pessoas, com duas janelas que permitem vislumbrar a paisagem campestre. Lambris em pedra e chão em ladrilho. Nada de luxos: caixas de madeira com garrafas de vinho como elemento decorativo; um prato em barro a dar toque mais rústico à decoração básica. Mobiliário simples. Toalhas em pano aos quadrados cobertas por papel.

A lista está na razão inversa da extensão da Nacional 2: é curta, mas bem alentejana.

Pão, azeitonas, queijo e linguiça são entretém ideal para o palato, enquanto na cozinha, mesmo ao lado, o borrego à moda da Dona Ermelinda está quase a ser servido.

Assado no forno, revelou-se um pitéu exuberante. Pelo sabor e tempero da carne, suculenta e macia, a despegar-se totalmente do osso com um toque suave.

A carne de borrego, confecionada por mãos sabedoras, tem um sabor único no Alentejo, onde os temperos e tempo de assadura são o segredo que Dona Ermelinda revela com um sorriso.

Outra especialidade deste pequeno restaurante é o bacalhau à Infante: frito, leva coentros e é regado com azeite alentejano de qualidade.

Propostas banais na ementa - bife da vazia de vitela; lombo de porco grelhado ou à japonesa - mas por encomenda é possível apreciar outros pratos da gastronomia regional em toda a essência: limado de cação; migas à alentejana; ensopado de borrego e até feijoada.

Sobremesas banais.

Vinhos alentejanos quase exclusivos na garrafeira.

Serviço simpático no restaurante O Ciborro, ao quilómetro 500 da Nacional 2, a pouca distância de Montemor-o-Novo.

Onde fica:
Localização: Avenida Nacional 10 7050-661 Ciborro (Montemor-o-Novo)
Telef.: 266 847 131

https://www.tsf.pt/sociedade/saborear-piteus-alentejanos-no-km-500-da-n2-10109268.html

 

--- ::::: ---

Depois de Mora temos uma subida mais acentuada no localidade de Ciborro (45km) onde temos uma fonte e um pouco mais acima o marco do 500km e uma placa muito interessante com alguma história da N2 e a localização - Bravo Ciborro!!

sample

https://isasebastiao.wixsite.com/aventuras/single-post/2017/06/18/estrada-nacional-2-a-mais-longa-da-europa

--- ::::: ---

Imagem postada no grupo publico Estrada Nacional 2 - De cima abaixo ...

por Sergio Jorge Lara Branco em 17-08-2021 às 18:34

SergioLara11.png

Imagem postada em Estrada Nacional 2 - De cima abaixo ...

por Chiko Cruz em 02-08-2021 às 23:13

EN2.Ciborro3.png

Imagem postada em Estrada Nacional 2 - De cima abaixo ...

por Joao Namorado em 10-08-2021 às 23:01

EN2.Ciborro1.png

Imagem postada em Estrada Nacional 2 - De cima abaixo ...

por Silvia Antunes em 14-08-2021 às 02:01

EN2.Ciborro.png

Imagem postada por Salami Lahraoui em 16-10-2021 às 13:17

sample

Imagens e texto postado por Joel Joaquim Silva  (na sua pagina do facebook) em 10-09-2021 às 13:06

en2.Ciborro.JoelSilva.png

E ja lá vão 500 💪🏍️

--- ::::: ---

Imagem postada por Maria Helena Simão (na sua pagina de facebook) em 13-09-2021 às 09:03

MariaHelenaSimão.png

--- ::::: ---

 

Pode ser uma imagem de ao ar livre

(Carlos Guerra - 15-09-2021 19:36)

--- ::::: ---

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Tony Paiva em 02-09-2021 às 13:10

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé, bicicleta e ao ar livre

Imagem copiada de Estrada Nacional 2 - De alto a baixo ...

e postada por Rui Albora em 03-09-2021 às 19:21

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé, bicicleta e ao ar livre

 

Imagem e texto postados em EN2 Portugal

por Maria Mizet Guerra em 17-09-2021 às 13:48

en2.Ciborro2.png

Imagem e texto postados em EN2 Portugal 

por Marcio Ribafeita em 15-10-2021 às 12:20

en2.Ciborro1.png

Imagem e texto postado (em Casas de Romaria) por Mónica Cunha em 29-05-2021 às 22:58

Pode ser uma imagem de estrada

Saí de Brotas já muito tarde. Talvez por me sentir ali tão bem, fui adiando a partida. Tomei o pequeno almoço às 7h30 num espaço encantador. Conversei com a Maria das @casasdehistoria, fomos tirar uma fotografia. Eram perto de 9h quando me pus a caminho. A Grace tinha falado que perto do Ciborro haviam umas antas. Fui andando, olhando com atenção, quando dou de caras com a Anta de Vale Beiró.
Quase a chegar ao Ciborro passa uma carrinha cinzenta que acena. Ouço vozes, olho para trás, são ciclistas. Ouço-os a dizer: "Está a fazer uma maratona todos os dias. Olha só para a cor dela." De novo vozes. Olho, mais ciclistas que pertencem ao mesmo grupo. Batem palmas. O carro de apoio abranda e pergunto de onde são. Estão a fazer a nacional 2, e são de Faro.
Mais à frente, vejo vir na minha direcção, um rapaz com um cesto de verga. No Ciborro páro no café Mateus do Paulo e da Ligia. Dois motards espanhóis, das Astúrias também lá estão. Ficam admirados de estar a fazer sozinha. Eu fico admirada de eles fazerem em tão pouco tempo. Começaram ontem. Chegam a Faro hoje e seguem depois para Castelo Branco e por aí adiante. Segunda já trabalham.
Em Geraldo páro na associação para ir à casa de banho e como uma fatia de melão fresquinho. Vejo uma data de vacas deitadas e tento filmá-las. Olham-me fixamente. As que estão deitadas, levantam-se. As que estão de pé seguem- me com o olhar.
A 5kms de Montemor dirijo-me ao restaurante Cortiço. O Agostinho, o proprietário abre-me a porta e convida-me a sentar junto da família. Terminaram há pouco o serviço e estão a almoçar. Enquanto bebo a água fresca que o Agostinho me ofereceu, conheço a sua mulher, a Edite, os filhos e a Sónia que é quase filha. Peço informações ao Agostinho onde ficar em Montemor-o-Novo
Mais à frente pára o Sebastião Amaro que também já fez a nacional 2 de bicicleta em 4 dias com 2 amigos. Fala-me de uma jovem, Tita Luís, qu também fez de bicicleta sozinha. Despeço-me do Sebastiao, aparece quase de seguida a sua mulher Eva. Traz-me uma banana, um sumo e iogurte. Como logo a banana e o iogurte. Ficamos um pouco à conversa. A Eva foi o carro de apoio do Sebastião e dos amigos.
Quase, quase em Montemor, vejo materiais embalados com o nome Torreense. Acho graça pois onde moro pertence ao concelho de Torres Vedras. Vou para tirar uma fotografia mas vejo um sr. num empilhador e pergunto se posso tirar a foto. Explico o porquê, quando o Dedeiras me diz que durante 51 anos foi todos os dias ao Outeiro da Cabeça buscar tijolos. Conhece muito bem a minha zona.
Dirijo-me à casa dos hóspedes da Dona Gertrudes, largo a mochila e vou logo buscar uma bolsa que a Grace deixou na esteticista Susana. O espaço bonito e cheiroso e eu toda maltrapilha.
 
 

 

13
Nov21

A ROTA EN2 - KM 551 (ALÇACOVAS)

por Blogando

N2.png

 

A ROTA EN2 - KM 551

(ALÇACOVAS)

Portugal Gastronómico #63 - Viana do Alentejo

https://www.facebook.com/watch/?v=2862405173980484

(Imagem copiada do site mapcarta)

EN2.Alcacovas.png

(Imagem copiada do blogue Terceira Dimensão)

Alcaçovas.0.png

https://portugalfotografiaaerea.blogspot.com/2012/05/alcacovas.html

--- :::::::::: ---

(Imagem copiada do blogue portugaltorraonatal)

Alcaçovas.Brasão.png

http://portugaltorraonatal.blogspot.com/2012/03/freguesia-de-alcacovas.html

--- :::::::::: ---

TratadoAlcaçovas.png

https://www.youtube.com/watch?v=JMKif4NeNwE

https://www.wikiwand.com/pt/Tratado_das_Alc%C3%A1%C3%A7ovas-Toledo

--- :::::::::: ---

Igreja matriz de Alcáçovas - Recantos & Encantos de Portugal

Igreja Matriz do Salvador de Alcáçovas, em Portugal, é uma igreja do século XVI (1530-1535) e tem a sua origem na capela do antigo castelo que data de 1308.

Primeiro edifício do estilo templo-salão é um excelente exemplar da convivência entre o Renascentista e o Barroco. Nesta Igreja podemos visitar o Panteão dos Henriques e apreciar um conjunto de quatro leões de madeira da Índia oferecidos por Vasco da Gama ao Senhor de Alcáçovas. Tem quatro capelas laterais, um baptistério e uma grandiosa capela-mor, no tecto da qual podemos observar um conjunto de brasões dos benfeitores da construção do edifício. De salientar as armas reais de D. Manuel I e as armas da Santa Sé. No corredor central da Igreja podem-se admirar os túmulos dos vários Senhores de Alcáçovas.

Esta igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público.

 

Capela das conchas ou capela de Nossa Senhora da Conceição é uma capela situada na localidade histórica de Alcáçovas, em Portugal. Construída nos séculos XVII e XVIII, apresenta a particularidade de ostentar a fachada e o altar decorados com conchas. As conchas, que dão o nome à capela, adornam também o jardim adjacente, onde é possível entrar através de uma torre com o interior coberto de conchas e cacos de porcelana antiga. Uma das paredes da capela, no espaço do jardim, encontra-se completamente revestida com um invulgar painel de desenhos coloridos feitos com conchas. Em conjunto com o Paço dos Henriques, em cujas imediações se situam, a capela e o jardim encontram-se classificados como imóveis de interesse público pelo IPPAR, desde 1993.

Paço dos Henriques, igualmente conhecido como Paço Real da Vila ou Paço das Alcáçovas, é um monumento na vila de Alcáçovas, no Alentejo, em Portugal. Foi construído nos finais do Século XIII, no local do antigo castelo, por ordem do rei D. Dinis, para servir como residência real. Ficou principalmente conhecido por ter sido o local de assinatura do Tratado de Alcáçovas, em 1479.

 

 

Imagens e texto postados por João Mendes em 16-09-2021 às 20:35

Alcaçovas4.png

Alcaçovas1.png

Alcaçovas3.png

Alcaçovas3a.png

Alcaçovas4a.png

Alcaçovas2.png

Alcaçovas0.png

Alcaçovas0a.png

 

Ir a Alcáçovas e não visitar o Paço dos Henriques

é como ir a Roma e não ver o Papa...

Para os compadres e comadres que percorrem

a Estrada Nacional nº 2 até há um prémio excepcional:

podem carimbar o vosso passaporte EN2.

Da próxima vez que percorrerem a Nacional 2,

não percam uma visita ao Paço dos Henriques...

Fotos: Anabela Fialho

--- :::::::::: ---

Imagem e texto copiados de Amigos da Estrada Nacional 2

e postados por Paulo Martins em 01-10-2021 às 22:09

en2.Alcaçovas.png

Dizem que é o maior chocalho do mundo.
Alcaçovas, Setembro de 2021.
 

--- :::::::::: ---

Imagem e texto copiados de Amigos de Alcaçovas e postada

por Bela Mestre Bela Mestre em 24-09-2021 às 16:36

Alcaçovas.Porta.png

Esta porta não entrou na exposição!
Encontra-se na Estrada Nacional 2
Está para venda...................................
 

--- :::::::::: ---

Imagem e texto copiados de Estrada Nacional 2 - De cima a baixo ...

e postados por Bela Mestre Bela Mestre em 15-10-2021 às 17:55

Alcaçovas.Jardim.png

"Jardim das Conchas" (Alcáçovas)
Já conhece esta pérola do nosso país?
 
O Horto do Paço e a Capela de Nossa Senhora da Conceição,
conhecidos como Jardim e Igreja das Conchas, respetivamente,
destacam-se pelos seus embrechados (conchas, porcelanas, quartzo...).
 
O Horto e a Capela fazem parte do conjunto arquitetónico
do Paço dos Henriques.
 
A visita vale muito, muito a pena!
 

--- :::::::::: ---

Alcaçovas.1.png

Alcaçovas.1a.png

Alcaçovas.1b.png

http://arquivo2020.cm-vianadoalentejo.pt/pt/noticias/Paginas/75-anos-da-EN2-celebrados-com-a-coloca%C3%A7%C3%A3o-de-totens-em-Alc%C3%A1%C3%A7ovas.aspx

--- :::::::::: ---

Imagem e texto copiados Estrada Nacional 2 #2 e postados

por Bela Mestre Bela Mestre em 16-10-2021 às 18:36

en2.Alcaçovas1.png

Alcáçovas uma vila com História,
foi em Alcáçovas que a 4 de Setembro do ano de 1479
foi assinado o Tratado de Alcáçovas.
 
Pare e faça uma visita guiada ao Paço Real,
ai poderá ver uma bonita exposição de aguarelas
"Portas e janelas que contam histórias de... Alcáçovas "
de uma artista da terra visitar também Capela das Conchas,
com antecedência poderá solicitar uma visita ao museu do chocalho,
Património da Humanidade,
visite também a Fabrica dos chocalhos Pardalinho,
se passar a um Domingo de manhã visite a Igreja Matriz.
 
Conheça também a Gastronomia no Restaurante o Chocalho,
no Barrela, no Esperança, nos Sabores da vila e Restaurante das Piscinas,
prove também a doçaria conventual, tenho a certeza que não se vai arrepender.
 
Para dormir tem o Monte da Cabeça Gorda, Varandas do Montado,
novo alojamento Monte do poço novo e um bocadinho mais longe
o celebre Monte do Sobral onde se reuniram os Capitães de Abril.
 
Não pare só para carimbar o passaporte.
 

--- :::::::::: ---

Imagem copiada Estrada Nacional 2 #2 e postada

por Mira Gonçalves em 14-10-2021 às 13:04

en2.Alcaçovas1a.png

Imagem copiada do grupo publico Estrada Nacional 2 - De cima a baixo ...

e postada por Sergio Jorge Lara Branco em 17-08-2021 às 18:34

Alcaçovas.2.png

--- :::::::::: ---

Imagem postada por Luis Alves em 08-10-2021 às 07:53

no grupo Amigos da Estrada Nacional 2

en2.Alcaçovas3.png

 

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2021
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2020
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2019
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2018
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2017
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2016
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2015
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ


subscrever feeds